Informação de Qualidade para toda a população!

quinta-feira, 29 de outubro de 2020

Veja quais as tendências no turismo depois do coronavírus



Uma pesquisa da plataforma Booking.com com 20 mil viajantes em 28 países, entre eles o Brasil, mostra que, depois de meses de isolamento e incerteza, as pessoas mantêm o desejo de viajar – e querem até recuperar o tempo perdido. A maior parte (67%) dos viajantes brasileiros disse estar animada para voltar ao turismo e 64% afirmaram que desejam viajar mais no futuro para compensar o tempo perdido em 2020.

Apesar do entusiasmo, dois a cada três brasileiros dizem que não vão se sentir confortáveis para viajar até que haja uma vacina ou tratamento para o novo coronavírus. Enquanto isso não acontece, porém, muitos dão aquela pesquisada no próximo destino. Quase todos (98%) fizeram uma busca sobre viagem durante o isolamento. E quase metade (46%) disse pesquisar possíveis destinos pelo menos uma vez por semana.

A pesquisa da empresa – além do comportamento das pessoas nas buscas e reservas da plataforma de acomodações – mostra seis tendências para o turismo pós-pandemia. Veja abaixo as mudanças de destinos, prioridades e propostas dos viajantes do Brasil:

Preços menores

A crise gerada pela pandemia, que agravou a situação econômica do país, que já não vinha muito bem, aumentou a importância do preço na decisão de compra dos brasileiros. Grande parte (84%) passou a prestar mais atenção ao preço na hora de planejar uma viagem e 78% estão mais propensos a procurar promoções e descontos.

Transparência

Se antes já era importante ficar de olho nas letras miúdas, agora, 82% dos brasileiros dizem esperar mais clareza nas políticas de cancelamento, processos de reembolso e seguro-viagem, por exemplo. Para 36%, ter reembolso na hospedagem é essencial para decidir a próxima viagem; e para 40%, é essencial ter flexibilidade para alterar datas sem multa. Mas essas políticas não podem encarecer demais as viagens, visto que o preço é um fator muito importante para o mercado brasileiro.

Proximidade

Mesmo que as empresas aéreas estejam reafirmando a segurança de andar de avião neste momento de pandemia, a preferência é por deslocamentos mais curtos, de preferência de carro. Esse meio de transporte – junto com o crescimento de adoção de cães e gatos na quarentena – fez dobrar o uso do filtro por acomodações que aceitam pets. Segundo a pesquisa, metade (55%) dos brasileiros quer conhecer um novo destino na região onde mora e 59% pretendem ir para um destino de natureza próximo. Num momento de incerteza, 63% também disseram que planejam viajar a algum lugar que já conhecem, independentemente da distância.


Na lista de desejos de viagens feitas pelos usuários da Booking.com, os destinos domésticos ganharam espaço. Aparecem em 83% das wish lists criadas entre maio e junho – no mesmo período de 2019, apareciam em 68% delas. Entre os mais buscados pelos brasileiros na última semana de agosto, estão Campos do Jordão (SP), Rio de Janeiro (RJ), Porto de Galinhas (PE), Ubatuba (SP) e Gramado (RS).

Nenhum comentário:

Postar um comentário