Informação de Qualidade para toda a população!

segunda-feira, 25 de janeiro de 2021

Mãe é condenada por drogar e matar o filho sufocado com esponja



Uma mulher, identificada como Olga Freeman, de 40 anos, foi declarada culpada pelo crime de homicídio culposo do próprio filho, de dez anos, durante audiência online no Tribunal Central Criminal, na cidade de Londres, Inglaterra. O garoto Dylan teria morrido sufocado com uma esponja, de acordo com informações do jornal Daily Mail.

Esposa do fotógrafo de celebridades Dean Freeman, Olga disse que ela tem transtornos mentais e que tinha dificuldade em cuidar do garoto durante o lockdown provocado pela pandemia de covid-19 no Reino Unido. A vítima também tinha transtornos e foi morta após receber "alguns comprimidos" e a mãe enfiar "uma esponja em sua boca", segundo a polícia local.

O garoto foi encontrado com partes da esponja na garganta na casa onde morava a família, deitado de costas e coberto com um edredom, cercado de brinquedos. Um exame declarou a causa da morte como restrição das vias aéreas. O caso aconteceu no dia 15 de agosto de 2020, mas a condenação veio só agora.

Olga ainda tinha reservado passagens para ela e um amigo com destino a Tel Aviv, em Israel, após cometer o crime. Mesmo condenada, ela negou que tenha cometido o homicídio.

Nenhum comentário:

Postar um comentário