Informação de Qualidade para toda a população!

domingo, 14 de fevereiro de 2021

Médicos suspeitos de furarem fila da vacina contra covid-19 são exonerados



Sete médicos foram exonerados dos cargos pela Prefeitura de Manaus na última sexta-feira (12) após furarem a fila da vacinação contra a covid-19 na cidade. Eles são investigados pelo Ministério Público do Amazonas, junto com outros três profissionais. As informações são do G1 AM.

A prefeitura não informou se a demissão aconteceu pelo pedido do MP ou a partir dos próprios investigados. O caso viralizou quando as gêmeas Isabelle e Gabrielle Kirk Maddy Lins, de uma família dona de hospitais e universidades em Manaus, publicaram nas redes sociais o momento que eram vacinadas.

Todos os médicos investigados foram contratados pelo gabinete da Prefeitura poucos dias antes de se vacinarem. O prefeito de Manaus, David Almeida, negou qualquer irregularidade na época, e disse que os médicos investigados eram "heróis". 

A promotoria do caso pediu a prisão do prefeito de Manaus e da secretaria de saúde, junto com a exoneração dos médicos. A Justiça analisa o pedido.

Nenhum comentário:

Postar um comentário