Informação de Qualidade para toda a população!

sábado, 6 de março de 2021

Homem é preso acusado de matar, carbonizar e enterrar companheira



Nesta sexta-feira (5), um homem de 30 anos, identificado como Renato Franca Silva, foi preso acusado de matar a amante Stefania Monteiro, e carbonizar e enterrar o corpo dela. O crime aconteceu no ano passado em Osasca, na Grande São Paulo. A vítima era considerada desaparecida e as investigações sobre o caso ocorriam em segredo de Justiça. As informações são do G1 SP. 

De acordo com a Polícia Civil, após ser preso, Renato Franca confessou o crime. O pai dele também foi preso por suspeita de envolvimento no crime. 

Stefania Monteiro e Renato Franca Silva tinham um relacionamento, há mais de um ano, e ela chegou a mudar de cidade para morar com ele. Segundo a polícia, Renato era casado com outra mulher e residia em Itanhandu (MG), com a esposa e filho. 

Após se mudar, desde o fim de dezembro, Stefania não fez mais contato com a família. Uma irmã dela resolveu procurar a polícia para saber o que estava acontecendo e eles foram até a casa em que Stefania estava morando, mas não encontraram ela, nem Renato, muito menos os pertences dele. A partir desse momento, as investigações começaram. 

“A investigação iniciou no dia 30 de dezembro de 2020, quando as familiares da então desaparecida procuraram a unidade de Polícia Civil de Passa Quatro. Várias diligências foram realizadas e, desde o início, tratamos o fato como homicídio. Depois de deferida a prisão temporária em razão da representação por nós ofertada ao juiz da comarca de Passa Quatro, logramos na prisão de dois suspeitos. Com a confissão, a Polícia Civil está agora justamente no local em que o corpo teria sido enterrado”, disse o delegado Bruno de Souza Cunha ao G1. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário