Informação de Qualidade para toda a população!

quarta-feira, 17 de março de 2021

Pocah é mesmo ninfomaníaca? Entenda o que isso quer dizer



Durante uma conversa com Carla Diaz nesta terça-feira (16), antes do Paredão, Pocah confessou que era viciada em sexo: "Eu sou ninfomaníaca, tenho sérios problemas". Mas afinal, o que significa o termo ninfomania? Será que o comportamento da cantora pode se enquadrar neste tipo de transtorno?

De acordo com a sexóloga e CEO do Instituto de Sexologia da Baia, Magali Tourinho, a ninfomania é um transtorno psiquiátrico que tem como característica o excesso de apetite sexual ou um desejo compulsivo em mulheres. O vício, quando acomete homens, é chamado de satiríase. Em ambos os casos é acompanhado de sintomas impulsivos, obsessivos e compulsivos.

"A ninfomaníaca, em regra, não apresenta alterações orgânicas que justifiquem o transtorno, então você pode conhecer uma ninfomaníaca e não perceber. A ninfomania é sempre acompanhada por um excesso de masturbação e nem sempre está ligada a laços afetivos ou uso de acessórios, mas pode levar a mulher à prostituição na busca a atender a sua necessidade de prazer. Na maioria das vezes, isso não é atendido. As mulheres com compulsão sexual têm um sofrimento muito grande e sentem muita culpa", explicou a sexóloga.

Ainda segundo Magali Tourinho, a compulsão sexual é um comportamento da mulher ninfomaníaca. Porém, é bom ressaltar que, na maioria das vezes, as pessoas confundem isso com apenas o fato de gostarem de fazer sexo. São duas coisas completamente diferentes.

"A ninfomania apenas deve ser classificada como transtorno psicológico quando os desejos sexuais elevados, conhecidos como  desejo sexuais hiperativos (DSH), prejudicam as atividades diárias da pessoa, como perder aulas, reuniões de trabalho e obrigações com ela mesma, família, filhos ou amigos. Ou seja, é a qualidade dessa busca por experiências sexuais e não a quantidade delas que define uma mulher como compulsiva sexual", pontuou.

Quanto ao comportamento de Pocah, a sexóloga disse que é possível perceber que ela é uma mulher que gosta muito de sexo, mas só pode ser definido se ela possui ou não algum transtorno compulsivo. De acordo com Magali, qualquer diagnóstico, para ser dado, é preciso de avaliação e de acompanhamento com profissionais de saúde.

Nenhum comentário:

Postar um comentário