Informação de Qualidade para toda a população!

segunda-feira, 26 de abril de 2021

IR 2021: Quando e quanto vou receber de restituição?



No momento em que o contribuinte preenche a declaração do Imposto de Renda, ele já descobre se tem ou não direito a restituição. Se resultado informado pelo programa for "imposto a restituir", o valor será devolvido na conta bancária indicada para a Receita Federal. O prazo para o envio da declaração vai até 31 de maio.

Neste ano, o calendário de restituições do imposto de renda deste ano começará no final de maio. O primeiro lote está programado para o dia 31 de maio, com o último dos 5 lotes previsto para 30 de setembro.

Pelas regras, no entanto, o valor da restituição é atualizado pela taxa Selic acumulada a partir do mês seguinte ao prazo final de entrega da declaração até o mês anterior ao pagamento, mais 1% no mês do depósito. Atualmente, a taxa básica de juros está em 2,75% ao ano. Pela projeção do mercado financeiro, a taxa básica de juros fechará 2021 em 5,25% ao ano.

Veja o calendário de restituições

1º lote: 31 de maio
2º lote: 30 de junho
3º lote: 30 de julho
4º lote: 31 de agosto
5º lote: 30 de setembro

Terão prioridade no recebimento os idosos, pessoas com deficiência, portadores de doenças graves e professores.

Exemplos do cálculo do imposto e do valor da restituição

O imposto de renda é calculado com base na soma de todos os rendimentos tributáveis e na faixa de renda do contribuinte. Já a eventual restituição é a devolução do montante a mais pago ou retido na fonte antes da declaração de ajuste anual.

Importante que se saiba que os valores do imposto devido e da eventual restituição irão depender sempre não só do total de rendimentos e das alíquotas, como também da quantidade de fontes pagadoras, número de dependentes e total de despesas passíveis de dedução.

Pela tabela em vigor e que não é corrigida desde 2015, a mordida mensal retida pela Receita é calculada com base em alíquotas de 7,5%, 15%, 22,5% ou 27,5% sobre o valor dos rendimentos, descontada a parcela dedutível (desconto fixo) para cada faixa de rendimento.

Nenhum comentário:

Postar um comentário