Informação de Qualidade para toda a população!

sábado, 17 de abril de 2021

Você já teve dor de cabeça durante ou após a atividade física?



Dores tipo “pontadas” nas têmporas, dor pulsante na testa, você já sentiu isso durante ou após a atividade física? 

Existem vários tipos de dor de cabeça e, claro, várias possíveis causas. E o mais chato: algumas pessoas parecem ter certa propensão a sentir dor de cabeça após atividades com esforço fisico.

Estas dores de cabeça sao conhecidas como cefaleia primária do esforço, que é um tipo de dor provocada e desencadeada pela exigência fisica do nosso organismo, principalmente quando associada a altitudes elevadas e climas quentes.

Existem quatro causas principais de dor de cabeça desencadeada pela atividade física, que podem ser resolvidas, se forem corretamente identificadas e tratadas.

1)  Má postura para realização do exercícIo. Estresse e problemas na forma de execução do exercício podem causar tensão., sobrecargas, exigências musculares anormais que, por consequência, podem resultar em cefaleia.

Dores de cabeça causadas por tensão caracterizam-se por uma dor constante sentida normalmente em ambos os lados da cabeça. Para previnir,  tenha atenção à postura corporal o dia inteiro, independente do que estiver fazendo e atente – se para a realização do gesto esportivo correto.

2) Desidratação é um dos fatores mais comuns de dores de cabeça, ocorre porque você treinou pesado, suou muito e não repôs os líquidos perdidos, ou porque não anda bebendo água o suficiente no dia a dia.

É importante calcular exatamente o quanto de água você precisa beber diariamente, conforme o nível de atividade fisíca praticado. Uma boa dica para variar e não ficar só na água é incluir bebidas esportivas ou isotônicas para hidratar, agradar o paladar e associar vários micronutrientes importantes para o corpo.

3) Quando a dor de cabeça é acompanhada de sintomas como tremores, tontura e até enjoo, a causa de tudo isso pode ser hipoglicemia. Os depósitos de energia (glicogênio)  podem ter sidos completamente utilizados, e o nível de açúcar disponível no sangue fica baixo. Para treinar bem, o corpo precisa ter energia disponível para usar. A dica para evitar hipoglicemia é balancear os alimentos durante o dia, não esquecer dos carboidratos ou utilizar suplementos de absorção rápida durante a prática esportiva.

4) Por último, encontramos as verdadeiras cefaleias primárias causadas por atividades físicas intensas. Esta é uma dor pulsante, como uma enxaqueca, na cabeça inteira (cefaleia bilateral) com duração de 5 minutos a 48 horas. Episódios intensos de cefaleia do esforço podem originar vômitos e distúrbios na visão. Normalmente esta cefaleia é desencadeada quando pulamos o aquecimento  ou quando o treino é intenso demais. O calor excessivo é um dos principais fatores desencadeantes, bem como atividades em altitudes elevadas como trilhas intensas em montanhas.

Uma forma de evitar dor de cabeça causada pela prática de exercícios físicos é dosar a intensidade dos treinos e controlar as altas temperaturas com agua e hidratação constante.

Quando as dores de cabeça se tornam frequentes e as características diferem das dicas acima, uma investigação da causa e dos sintomas deve ser realizada, muitas vezes com exames de imagem e outros testes, por um neurologista ou médico do esporte, a fim de excluir doenças mais graves como aneurismas e  trombose venosa que são cefaleias secundárias.

Mantenha-se sempre atento às caracteriscas das dores de cabeça e sua forma de aparecimento. Siga as recomendaçoes acima e procure um medico, se necessário.

Nenhum comentário:

Postar um comentário