Informação de Qualidade para toda a população!

quinta-feira, 20 de maio de 2021

Arquiteto ensina como proteger a casa de mofo, rachaduras e infiltrações



A umidade e os períodos de chuva podem se transformar em pesadelos para as (os) donas (os) de casa. Eles afetam diretamente no conforto de um espaço, seja por questões estéticas ou de saúde física dos seus moradores - rachaduras, infiltrações, mofo e proliferação de bactérias nos espaços internos.

“Problemas de infiltração são muito visíveis em momentos de chuva, que é justamente quando a população decide resolver o problema de forma paliativa, aguardando o período de sol para fazer o reparo externo e sanar o infortúnio.  Porém, como o problema não aparece no período de sol, muitos esquecem de fazer o reparo definitivo, sofrendo novamente com o próximo período de chuvas”, explica o arquiteto Márcio Barreto.

Ocorre que a incidência de chuvas pode ocasionar umidade excessiva nos ambientes, que se apresentarão através de manchas escuras, bolhas na pintura e gotejamento no teto ou parede. Quando situações como essas ocorrem, o primeiro passo é identificar a origem do problema. “Muitas vezes as pessoas acabam corrigindo apenas o aspecto visível da infiltração, refazendo a pintura e tendo a sensação de que o problema foi resolvido”, explica o arquiteto.

O diretor do escritório Arquitetura do Barreto defende a necessidade na busca de um profissional técnico qualificado para resolver as situações de forma definitiva.

“Se o período é de chuva e precisa ser feito algo emergencial, a solução é tratar o problema internamente, retirando a pintura e massa do trecho danificado, impermeabilizando e fazendo uma pintura com tinta. No entanto esse é um paliativo, pois para resolver o problema é preciso tratar a área externamente, eliminado a fissura e/ou pontos de entrada de água”, conclui Barreto.

Nenhum comentário:

Postar um comentário