Informação de Qualidade para toda a população!

sábado, 29 de maio de 2021

Cientistas descobrem droga eficaz no tratamento da Covid-19 e variantes



De acordo com um estudo desenvolvido por cientistas da Escola de Medicina Perelman da Universidade da Pensilvânia, a nova droga diABZI, desenvolvida para tratamentos de câncer, também é eficaz no combate contra a Covid-19 e suas variantes. A pesquisa foi publicada este mês na Science Immunology.

“Poucos medicamentos foram identificados como revolucionários no bloqueio da infecção por SARS-CoV-2. Este artigo é o primeiro a mostrar que ativar uma resposta imunológica precoce terapeuticamente com uma única dose é uma estratégia promissora para controlar o vírus, incluindo o sul-africano variante B.1.351, que gerou preocupação em todo o mundo “, afirmou a autora sênior Sara Cherry, Ph.D., professora de Patologia e Medicina Laboratorial e diretora científica do High-Throughput Screening (HTS) Core da Penn Medicine.

“O desenvolvimento de antivirais eficazes é urgentemente necessário para controlar a infecção e a doença por SARS-CoV-2, especialmente à medida que variantes perigosas do vírus continuam a surgir”, ressaltou.

A descoberta

Segundo o Medical Xpress, numa primeira parte, os pesquisadores procuraram entender o funcionamento do vírus no corpo, como sua forma de ataque e a resposta de defesa do sistema imunológico. Assim, entenderam que o SARS-CoV-2 é capaz de se esconder no corpo, atrasando o reconhecimento e ação precoce das moléculas de defesa.  

Foi então que passaram a testar drogas – ou pequenas moléculas semelhantes – que conseguissem potencializar a resposta imunológica nas células respiratórias mais cedo com intuito de prevenir infecções graves por SARS-CoV-2. Para identificar os melhores medicamentos, os cientistas usaram o método de triagem de alto rendimento, usado para descobrir fármacos relevantes nos campos da biologia e química.

Foram estudadas 75 drogas que visavam a detecção nas células pulmonares. Foi levado em consideração os efeitos dos medicamentos sob a infecção viral e nove produtos foram identificados.

A equipe também decidiu testar um produto recém-desenvolvido chamado diABZI, que está na fase testes clínicos no tratamento de alguns tipos de câncer, foi então que eles descobriram que o novo medicamento também poderia bloquear de forma relevante a infecção por Covid-19 e diversas cepas, incluindo a variante sul-africana B.1.351.

O diABZI é identificado como um agonista de STING (um simulador de genes de interferon) – substância capaz de se ligar a um receptor celular e ativá-lo para provocar uma resposta biológica. A droga está em teste e ainda não é aprovada pela Food and Drug Administration, agência federal do Departamento de Saúde e Serviços Humanos dos Estados Unidos.

Testando em ratos

Com a descoberta da capacidade da droga, os pesquisadores testaram a eficácia do diABZI em camundongos que haviam sido infectados com SARS-CoV-2. Como a droga precisava atingir os pulmões, o diABZI foi administrado por via nasal.

Os resultados mostraram que os ratos tratados com diABZI tiveram menos perda de peso enquanto doentes, reduziram significativamente as cargas virais em seus pulmões e narinas e, ainda aumentaram a produção de citocinas. O que sugere que o medicamento estimula a proteína responsável pela defesa do corpo: o interferon.

Para a cientista e patologista Cherry, a descoberta traz esperança para um futuro tratamento contra o SARS-CoV-2, podendo prevenir sintomas graves da Covid-19 e a disseminação do vírus. Além disso, de acordo com os resultados, o medicamento provavelmente será capaz de também combater outros vírus respiratórios.

“Agora estamos testando este agonista STING contra muitos outros vírus”, disse Cherry. “É muito importante lembrar que o SARS-CoV-2 não será o último coronavírus que veremos e contra o qual precisaremos de proteção”, finalizou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário