Informação de Qualidade para toda a população!

sábado, 29 de maio de 2021

Pesquisadores superam velocidade da luz e desafiam teoria de Einstein



Pesquisadores do Laboratório Nacional Lawrence Livermore, local conhecido por projetar ogivas nucleares nos Estados Unidos, conseguiram superar a velocidade da luz utilizando laser através de plasma. Em 1905, o cientista alemão Albert Einstein postulou que a velocidade da luz, de 299,792,458 metros por segundo, é constante e insuperável. Entretanto, no plasma, essa velocidade pode ser mais lenta ou mais rápida e, agora, os pesquisadores conseguiram demonstrar a possibilidade de superar a velocidade da luz, ao menos em laboratório e sem quebrar nenhuma lei da Física. 

O time de pesquisa liderado por Clément Goyon atingiu uma velocidade acima da velocidade da luz com ondas eletromagnéticas de um feixe de laser através de plasma (gás ionizado pelo calor - um estado da matéria mais conhecido popularmente pelo estado do fogo, embora ele também seja descrito como energia e não como matéria). 

Na demonstração, os pesquisadores criaram um plasma de hidrogênio-hélio ionizando um jato de gás com um feixe de laser polarizado. Após isso, eles apontaram o segundo feixe de laser para esse plasma, onde foi mensurada uma velocidade que superou a velocidade da luz.

Publicada no periódico científico Physical Review Letters, a descoberta pode ajudar na pesquisa de tecnologias avançadas para aceleradores de partículas, que ajudam a entender a origem do universo e realizar pesquisas sobre materiais, ou mesmo para geração de energia por fusão nuclear. A Teoria da Relatividade Geral, de Einstein, claro, continua valendo. O que os pesquisadores conseguiram agora foi demonstrar uma brecha para atingir uma velocidade supraluminal em condições específicas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário