Informação de Qualidade para toda a população!

segunda-feira, 3 de maio de 2021

Sofrendo com a queda de cabelo? Veja como amenizar o problema



A queda de cabelo é um problema que afeta muitas pessoas. Entre as principais causas para que ela ocorra, estão o estresse crônico, intensificado na quarentena imposta pela pandemia de coronavírus. As incertezas e o aumento da ansiedade e estresse devido ao isolamento social geram um desequilíbrio hormonal que culmina nesse efeito colateral.

Veja outras três razões para a queda:

Problemas intestinais:

O intestino está relacionado ao funcionamento adequado do organismo. Se estamos em um período tenso e com má alimentação, esse órgão também pode sofrer alterações.

Síndrome metabólica:

Trata-se do conjunto de doenças que incluem diabetes, hipertensão, obesidade e triglicerídeos altos. Elas influenciam os vasos que irrigam o couro cabeludo.

Carência nutricional:

É comum em pessoas que têm uma alimentação desregulada, com comidas ricas em açúcares, carboidratos e pobre em nutrientes. Essa carência de nutrientes afeta os fios dos cabelos, provocando queda.

E o que fazer para tratar?

  1. Procure ter uma alimentação saudável, rica em proteínas, vitaminas e minerais, como zinco, ferro, ômega 3 e biotina. Anote algumas matérias-primas que vale a pena por no prato: amêndoas, castanhas, grão de bico, feijão, carne, peixe, quinoa, brócolis, chocolate amargo, leguminosas, folhas verde escuras, couve flor, sardinha, cogumelos, banana e abacate.
  2. Inclua na sua dieta a vitamina A, encontrada na gema de ovo, cenoura, manga e mamão;
  3. Coma frutas cítricas, a exemplo de abacaxi, acerola, ameixa, amora, caju, cupuaçu, framboesa, laranja, limão, morango, romã, pêssego, tangerina e uva;
  4. Coloque frutos secos na rotina. De castanha-do-pará e ervilha a girassol, não faltam itens nessa categoria;
  5. Faça exercício físico. Além de aliviar o estresse, ele proporciona bem-estar e longevidade;
  6. Busque ajuda de um nutricionista para te orientar a combinar os alimentos e quantidades adequadas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário