Informação de Qualidade para toda a população!

sexta-feira, 4 de junho de 2021

Adeus varizes! Conheça procedimentos que podem acabar com os ‘vasinhos’



Você provavelmente sabe o que são varizes, mas você sabia que elas apresentam  riscos que vão além da estética? se não tratadas, podem evoluir para outros problemas mais graves, como trombose venosa, dermatites ou mesmo úlceras em casos mais avançados. Porém, hoje já existem tratamentos que podem evitar estas situações. 

“As varizes não podem ser entendidas como um problema meramente estético. Mesmo as varizes menores até os casos mais avançados podem trazer bastante incomodo ao paciente e evoluir para quadros mais severos”, explica a cirurgiã vascular Maria Clara Sanjuan. 

A médica conta que tecnologias inovadoras permitem diagnósticos mais apurados e tratamentos mais rápidos e seguros. Porém, o tamanho da veia, a profundidade, a idade e o quadro clínico do paciente irão interferir na escolha da técnica. Conheça os quatro principais procedimentos: 

CLACS:  

É o procedimento ambulatorial que combina duas técnicas: o laser transdérmico e a aplicação de glicose. A associação de técnicas potencializa os efeitos isolados e traz excelentes resultados para quem deseja eliminar alguns tipos de varizes, antes só tratadas com cirurgia, e vasinhos.  

A principal vantagem é que não precisa de repouso e o paciente já sai da sessão pronto para seguir o seu dia a dia normalmente.   

Escleroterapia com espuma:  

Uma alternativa à cirurgia de varizes realizada de forma rápida e eficaz, feita no próprio consultório. Durante o procedimento, é injetada a espuma, uma mistura de uma substância esclerosante chamada polidocanol com o ar ambiente.  

O método é guiado pelo ultrassom e é indicado principalmente para varizes mais calibrosas ou aquelas mais profundas que o laser não tem acesso. Além da praticidade, o tratamento é minimamente invasivo e as atividades diárias já podem ser retomadas logo após o procedimento. 

Termoablação:  

A termoablação é uma das técnicas utilizadas para o tratamento da veia safena que já não funciona mais adequadamente. No procedimento, minimamente invasivo, introduz-se uma fibra de laser ou um cateter de radiofrequência através de uma punção na pele guiada por ultrassom, sem a necessidade de cortes.  

O calor do laser ou da radiofrequência causam uma lesão térmica na parede da veia fazendo com que ela se torne uma espécie de cicatriz interna. Considerada a técnica padrão ouro, a termoablação pode ser indicada para a maior parte dos casos, incluindo pacientes obesos e com problemas de saúde associados como hipertensão, diabetes, histórico prévio de linfedema e erisipela. Uma das vantagens do tratamento é a recuperação, pois não exige repouso, possibilitando ao paciente retornar às suas atividades habituais rapidamente. 

Flebectomia:   

Essa é a técnica clássica para retirada das varizes que precisam ser tratadas. Mesmo com toda a evolução no âmbito da cirurgia vascular a flebectomia ainda tem grande importância e excelentes resultados quando bem indicada. O procedimento é realizado em unidade de hospital dia, com anestesia local e sedação e alta no mesmo dia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário